Duas anedotas, caso contrário nada!

Duas anedotas, caso contrário nada!

( Blogmensgo, blog gay do 21 de junho 2016) na ausência de informação interessante no festival da Música (a única informação é que a musica vai explodir os tímpanos ), meu artigo do 21 de junho levará a forma de pequeno assim. Ou, mais exatamente, de dois pequenos artigos tão insignificante um como o outro.

Um hacker pro-gay no dijihadistes 

Wauchula, um hacker de influência Anônima, inundado a favor de homossexuais com aproximadamente 250 mensagens em contas twitter,  pertencendo a simpatizantes da Daeche.

20160621a-hacker

Conta Twitter djihadiste nas cores do arco iris (21 de junho 2016, copia de tela).

Enquanto o hacker fez muito gay pornô em maio 2016, desde quando aconteceu o atentado homofóbico de Orlando, ele não mostra muita coisa somente imagens e as mensagens sem conteúdos pornôs, mas sempre a favor do LGBT. O objetivo dele é  piratear contas dijihadist sem chocar os muçulmanos.

O que encontramos nas contas pirateadas twitter? Quase sempre slogans LGBT em inglês e arco-íris de fundo, por exemplo de falsos anúncios coming out. Às vezes também imagens de homossexuais - nu-chested - Se tocam com carinho sem mostrar  outra coisa, o essencial que é a ternura mútua.

O galvanizador de hacker não hesita assinar seus trabalhos renomeando a conta pirateada  que às vezes se torna « Jacked by a Ghost »,  « Jacked by Ebony ».

E como o WauchulaGosth logo espalhou a noticia, todas as falsas mensagens com like e retweets através de centenas, como notamos isto no screenshot. Cumulo do absurdo para contas de dijihadists e muçulmanos fundamentalistas.

Primeiro amor homossexual 

Esta anedota foi tirada do intranqüilo pequeno léxico da televisão, Philippe Lefait  (Ediçâo stock, 2011). Isto é o que achamos, no começo do H como Hélène e os meninos - esta pequena flama que fez as delícias dos pre-adolescentes no começo dos anos noventa.

Ela está olhando pra mim : " o pai, é pela primeira vez que sou um homossexual!
- Bem, sim, é pela primeira vez que gosto de uma  menina! " Ela tem doze anos e fala de Hélène, a heroína heroína de uma comédia. Ela sorri de um olhar que diz: " Eu não sou boba! "

Delicioso, não ?

20160621-livre-Lefait

A fada ©Stock.

Para esses que ignorariam isto, Philippe Lefait continua animando o programa cultural e literário dele " palavras da meia-noite ", mas só na Internet. Por exemplo, uma ligação para sua entrevista  homossexual o  escritor Édouard Louis (ao lado do escritor Marie Nesser) jovem  francês.

Philca/MensGo

(via Mirror do 17 junho 2016 [hacker])

No Comments Yet.

Leave a comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *